sábado, 22 de maio de 2010

Bicho solto Djavan


Não sei julgar o que há em ti
Sentir com precisão
Se é fogo ou água, já desisti
O meu coração que agüente
Não há nada mais louco
Mais sensível
Que você junto de mim
Com o seu amor indizível
Eu faço e aconteço
Pra estar com você
Eu te abraço, amor
Te desfaço em flor
Nesse abraço a gente
Se veste um ao outro
Pra virar um bicho solto
Desordenar por aí
'cê de quatro, amor
Beira art-déco
Uma imagem no altar da luxúria
Você com esse jeito seu
Me venceu
Ah, gosto de você em mim!
O lascivo chega a brilhar
De incandescer mais que o sol
Lá no limiar do prazer
Estrelas pulam de alegria
Se fantasiam, mudam de cor
Pra ver o amor nascer

9 comentários:

Pires Silva disse...

Linda musica
as poesias d Djavan são realmente
exuberantes *--*

Eduardo Andrade disse...

Djavan é sempre Djavan

'como já dizia Djavan o amor não é inviável num mundo inacreditável'

http://preludiopostumo.blogspot.com/

Junior Magnavitta disse...

Djavan arraza !

Pormenorys disse...

musica massa, eu gosto, seu blog ta show,vou te seguir

Daniel Silva disse...

djavan é tudo de bom. uma das nossas melhores vozes.

abraço

Guto disse...

Legal seu blog ^^

Também gosto das musiks de Djavan

Parabéns!!!

Karla Hack disse...

Eu adoro Djavan... Acho que desde que me conheço por gente...
Linda música!

ZUMBIE DOLL disse...

há algo de insano quando estamos com alguém especial, algo que nos deixa fora da realidade trivial, nos embriagando deste sentimento e nos deixando ausentes de nossa normalidade.
:
:
curti o post
:
http://bonecozumbie.blogspot.com/

florestadeconcreto disse...

eu realmente num curto Djavan rsrsrss
.
mas assim, algumas letras, quem sabem, são de qualidade^^
.
musica brasileira gosto de pouca coisa, mas mesmo assim, algumas letras são ótims^^
.
abs